terça-feira, 13 de março de 2012

Sabe, começou assim de repente, depois de muitos anos, sem nenhum contato.No começo tudo muito perfeito, mesmo sabendo que ninguem é, ai começam os sonho, os planos pro futuro. Aos poucos agente vai conhecendo a pessoa que esta no nosso lado. E olha, foi mais dificil do que pensava, as vezes chegava até a pensar que nao daria certo, depois que as varias brigas começaram, eu ja estava quase convencida disso. Um genio forte, personalidade unica, opinião formada sobre tudo. 
É serio, quieto, na dele nao bebe, nao fuma, nao dança, nao zoa é o meu oposto.. Um dia, parada pensando na vida eu percebi que ele não tem nada daquilo que eu queria em um homem, ja tinha quase a certeza de que a hora não era essa. Mais na mesma  hora qndo tentei imaginar a minha sem ele eu me dei conta que com todos os defeitos ele é tudo que eu preciso pra se feliz.. E eu só queria que ele percebesse. 
Alguém me ensina a pensar menos nele? Alguém me ensina a não repetir centenas de vezes a mesma cena na cabeça? E não fazer dessas lembranças o meu maior martírio? Porque dói, dói muito pensar que há pouco tempo eu estive inteira com ele e o deixei partir, assim, sem insistir, sem nem um “fica mais um pouco?”. É possível não sentir esses arrepios ao me lembrar do toque, do cheiro, do beijo dele? Ah, eu daria tanta coisa para que ele estivesse aqui comigo agora, hoje, amanhã, sempre. Eu daria tudo pra vê-lo sorrir mais uma vez pra mim, mas quando estou com ele fico tão pequena, entrego-lhe o que ainda me resta, ele vai embora e eu fico aqui, me sentindo incompleta, me sentindo um nada, sobrevivendo apenas de migalhas da minha memória 

Nenhum comentário: